Publicado por: bikeanjorio | 01/08/2011

Por que não pedalar no canto, junto ao meio-fio?

Inaugurando as postagens informativas – e formativas! – do blog Bike Anjo Rio, trazemos uma das questões que parecem nunca quererem calar: por que, afinal, o ciclista não deve pedalar no canto da rua, colado ao meio-fio?

A discussão é longa, e merece mais de um enfoque. No site Vá de Bike há uma reportagem muito boa, que explica de maneira bem completa e que será resumida aqui. Vá de Bike – Dicas – Parte 4: Por que ocupar a faixa? por Willian Cruz.

O que convencionou-se entre muitos ciclistas é a importância de se ocupar, pelo menos, 1/3 (um terço) da faixa, por motivos de segurança. Ao longo da postagem você vai entender por que.

O que diz a lei?

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, os motoristas devem (1) manter uma distância de 1,5 m ao ultrapassar uma bicicleta e (2) fazê-lo com uma velocidade compatível, isto é, segura. Esses dois pontos: distância e velocidade adequadas, são pilares para pensar a relação entre motoristas e ciclistas.

Outro aspecto da lei importante de ressaltar é que ela dispõe que o ciclista deve pedalar no “bordo da pista de rolamento” sem, entretanto, definir os limites desse bordo. Isso significa que não estamos numa situação de irregularidade, como muitos querem nos fazer sentir.

Segurança

  • “Dá pra passar”: essa é uma das impressões que o motorista tem quando o ciclista está colado no meio-fio. Isto é, que dá para passar entre ele e um carro que está na pista seguinte, de maneira que a distância de segurança não é respeitada.
  • Espaço para manobras: ocupando um terço da pista, garante-se um espaço para manobras no caso de um fechamento por carro, ônibus, etc.
  • Visibilidade: em vários aspectos, tanto em relação ao pedestre, que costuma olhar mais pro centro da rua, quanto em relação aos carros e demais veículos.
  • Ultrapassagens: ocupando um terço, o carro que quiser ultrapassar a bicicleta só poderá fazê-lo se a faixa seguinte estiver livre.

Pois aí estão alguns dos motivos para pedalar ocupando um terço da faixa! Não deixe de ler a reportagem indicada acima, que irá complementar com fotos e informações mais precisas essa questão.

Abraços!

Daniel.

Anúncios

Responses

  1. MEU NOME E JACQUELINE TEIXEIRA SANTOS E SEMPRE TIVE O SONHO DE CONSEGUIR ANDAR DE BICICLETA. QUANDO CRIANÇA LEMBRO QUE TENTEI UMA VEZ E CAI, MINHA MÃE NOS SUSTENTAVA SOZINHA E COM MUITA DIFICULDADE, LEMBRO DO PÂNICO QUE SENTI AO PENSAR QUE A BICICLETA HAVIA QUEBRADO E QUE MINHA MÃE TERIA QUE PAGAR. ENFIM BLOQUEEI E NUNCA MAIS SUBI EM UMA BICICLETA. DEPOIS DE ADULTA TENTEI MAS O MEDO E O PESO ME VENCERAM. HOJE FIZ CIRURGIA BARIÁTRICA EMAGRECI 43 QUILOS ME SINTO MAIS LEVE, QUERO VENCER OS ANTIGOS MEDOS E REALIZAR SONHOS ANTIGOS GUARDADOS .TENHO MUITA VONTADE E MUITO MEDO, MAS VENDO A REPORTAGEM AGORA NA REDE GLOBO, ME SENTI TÃO ESPERANÇOSA. SERÁ QUE COM TANTO MEDO DE CAIR E DESPROVIDA DE EQUILÍBRIO RS, EU CONSIGO APRENDER COM VCS? uM ABRAÇO. MEU EMAIL E JATEISAN@HOTMAIL.COM

    • Olá Jacqueline, obrigado pelo contato.

      Estamos esperando você na próxima Escola Bike Anjo, dia 12 de abril, 14h30, atrás do Museu de Arte Moderna, Aterro do Flamengo. Certamente você vai aprender a pedalar conosco. Curta nossa página no Facebook para ficar informado sobre nossas atividades: https://www.facebook.com/bikeanjorio

      Um forte abraço e até lá.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: